Home » , , , , » Canal Curta! estreia “Fim do Silêncio”, de Thereza Jessouroum, sobre aborto inseguro (programação 14 a 21 de março)

Canal Curta! estreia “Fim do Silêncio”, de Thereza Jessouroum, sobre aborto inseguro (programação 14 a 21 de março)


‘A VIDA É CURTA! ESTREIA ‘LIÇÃO DE ESQUI’, DE LEONARDO MOURAMATEUS E SAMUEL BRASILEIRO


No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Curta! exibe na Sexta da Sociedade, 18, um documentário que trata de um tema muito atual: o aborto inseguro. Dirigido por Thereza Jessouroum, “Fim do Silêncio” traz relatos dramáticos de mulheres que contam  sem rodeios  - e sem esconder rosto nem identidade -, como e por que abortaram.  Com depoimentos de colhidos no Rio, em São Paulo e em Pernambuco, o filme causou grande repercussão na época de seu lançamento, com debates contra e a favor da produção.  Segundo a diretora, o número de mulheres que fazia aborto inseguro no mundo, na época em que o documentário foi realizado, era em torno de 20 milhões.
No terceiro episódio da série “Blues”, que vai ao ar na Segunda da Música, dia 14, o diretor Richard Pearce investiga a vida e obra da lenda do Blues B.B. King, considerado um dos melhores guitarristas dos tempos recentes. O documentário ainda retrata a cidade de Memphis, local que deu origem a um novo estilo de blues, e traz performances originais do próprio B.B. King.

Na Terça das Artes, dia 15, um novo olhar sobre Diego Velázquez poderá ser desvendado com “Diego Velázquez – Realismo Selvagem”. O diretor Karim Ainouz (de “Praia do Futuro”) elucida outra faceta sobre o legado do pintor ao recriar o aspecto emocional entre o trabalho do artista e o público. Retratista, adepto do realismo e um dos principais nomes do movimento barroco, Velázquez ficou conhecido por retratar integrantes da nobreza espanhola no século XVII.

No dia 16, na Quarta de Cinema, "O Prólogo", de Gabriel F. Marinho, discute a propaganda política no Brasil na época do regime militar, entre os anos 60 e 70, e investiga os curtas-metragens exibidos antes das sessões de cinema na época. Esses conteúdos funcionavam, na verdade, como propaganda política e eram usados para informar à população uma vez que a TV não era tão difundida. Importantes nomes da literatura atual, como Rubem Fonseca, Raquel de Queiroz e Fernando Sabino, eram roteiristas e integrantes do Ipes (Instituto de Pesquisas e Estudos Sociais), órgão responsável por esses cinejornais.

Com o tema “Planos de Viagem”, o “ A Vida É Curta!” estreia no dia 16 “Lição de Esqui”, de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro.  Melhor Curta no Festival de Brasília em 2013, a ficção narra a história de dois jovens amigos que vivem em Fortaleza, até que um deles decide ir sozinho para o Canadá. Na sequência, vai ao ar“O Bom Comportamento”, de Eva Randolph, premiado como Melhor Curta no Festival do Rio 2014 (Mostra Novos Rumos) e Menção Honrosa no Festival Paulínia de Cinema 2014, além de ter conquistado o Prêmio Aquisição Canal Curta! e Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas de São Paulo 2014. O roteiro conta a história de Laura, uma jovem que tenta se adaptar e socializar em um acampamento de verão. Para fechar, o espectador poderá conferir “O Táxi de Escher”, de Aleksei Abib e Flavio Botelho, vencedor do Prêmio Aquisição Canal Curta! e Porta Curtas no Festival Internacional de Curtas de São Paulo em 2013. O roteiro acompanha Carlos, um homem que pega um táxi para Buenos Aires, a partir do centro de São Paulo. Como se cruzasse o espaço-tempo de Escher, ele acessa uma cidade mais profunda dentro de si mesmo.

“Sartre e Camus – Uma Amizade Rompida” é a atração da Quinta do Pensamento, dia 17. O filme conta detalhes sobre o rompimento da amizade entre esses dois escritores franceses mundialmente conhecidos. Amigos entre 1943 e 1951, os dois interromperam sua relação em 1952 muito por conta da Guerra Fria.

SEGUNDA DA MÚSICA
Blues – A estrada para Memphis (série)
Richard Pearce traça a trajetória de uma lenda do Blues: B.B. King, reconhecidamente um dos melhores guitarristas dos tempos recentes e considerado o Rei do Blues. O diretor ainda presta uma homenagem a Memphis, cidade que deu origem a um novo estilo de blues, e apresenta performances originais do próprio B.B. King e imagens históricas de Howlin’ Wolf e Rufus Thomas.
Diretor: Richard Pearce
Duração: 104 min. Ano: 2003
Exibição: 14 de março, segunda-feira, às 22h15m
Classificação: Livre
Horários alternativos: Dia 15 de março, terça-feira, às 2h15m e às 16h15m/ Dia 16 de março, quarta-feira, às 10h15m

TERÇA DAS ARTES
Diego Velázquez – Realismo Selvagem (documentário)
O documentário traz um olhar pouco explorado sobre a obra de Diego Velázquez, artista que buscou incessantemente o realismo humano através do tratamento da luz e do espaço ao redor dos personagens de suas obras. O filme escapa de qualquer recurso didático e tenta recriar a ligação emocional entre o trabalho de Velázquez e o olhar do público.
Diretor: Karim Ainouz
Duração: 52 min. Ano: 2014
Exibição: 15 de março, terça-feira, às 23h
Horários alternativos: Dia 16 de março, quarta-feira, às 3h e às 17h/ Dia 17 de março, quinta-feira, às 11h
Classificação: Livre

QUARTA DE CINEMA
A Vida é Curta desta quarta embarca em histórias sobre “Planos de Viagem” e estreia “Lição de Esqui”
Nesta semana, o Curta! se prepara para embarcar em uma viagem estreando “Lição de Esqui” e exibindo “O Bom Comportamento” e “O Taxi de Escher”. Em “Lição de Esqui”, filmado em Fortaleza, dois amigos discutem, brigam, e conversam quando um deles decide viajar sozinho para o Canadá. O filme foi escolhido como melhor curta-metragem no Festival de Brasília de 2013. “O Bom Comportamento” traz uma adolescente que enfrenta as dificuldades de ficar longe de seus amigos e da tecnologia. Dirigido por Eva Randolph, o filme venceu o prêmio de Melhor Curta no Festival do Rio 2014 e os prêmios do Festival Aquisição do Canal Curta! e do Porta Curtas. No curta “O Táxi de Escher”, Carlos entra em um táxi com destino a Buenos Aires, porém acaba mergulhando em uma viagem espaço-temporal dentro de suas lembranças.
Exibição: 16 de março, quarta-feira, às 20h
Horários alternativos: Dia 17 de março, quinta-feira, às 0h e às 14h/ Dia 18 de março, sexta-feira, às 8h e Dia 19 de março, sábado, às 6h
Classificação: Livre

O Prólogo (documentário)
"O Prólogo" discute o uso da propaganda política através do cinema e da televisão na década de 1960, desvendando a cultura dos antigos curtas-metragens que passavam antes das sessões principais de cinema no Brasil.
Diretor: Gabriel F. Marinho
Duração: 94 min     Ano: 2013
Exibição: 16 de março, quarta-feira, às 22h
Horários alternativos: Dia 17 de março, quinta-feira, às 2h e às 16h/ Dia 18 de março, sexta-feira, às 10h
Classificação: 10 anos

QUINTA DO PENSAMENTO
Sartre e Camus – Uma amizade rompida (documentário)
Sartre e Camus, os mundialmente conhecidos escritores franceses do século XX, foram amigos entre 1943 e 1951. Em 1952, essa amizade foi publicamente rompida, grande parte por conta da Guerra Fria.
Diretor: Ana Maria Magalhães
Duração: 52 min. Ano: 2013
Exibição: 17 de março, quinta-feira, às 20h
Horários alternativos: Dia 11 de março, sexta-feira, às 0h e às 14h/ Dia 7 de março, segunda-feira, às 8h
Classificação: 12 anos

SEXTA DA SOCIEDADE
Exibição “Fim do Silêncio”
O aborto inseguro é, nos tempos atuais, um dos graves problemas para a saúde pública no nosso país, levando milhares de mulheres a vivenciarem situações de risco, ao sofrimento de sequelas físicas e psicológicas e à morte. Este documentário, produzido em 2009, traz, pela primeira vez, o depoimento dramático de algumas dessas mulheres, que falam abertamente, sem esconder rosto nem identidade, como e por que fizeram aborto.
Roteiro, produção e direção: Thereza Jessouroum
Duração: 52 min. Ano: 2008
Exibição: 18 de março, sexta-feira, 23h
Horários alternativos: Dia 19 de março, sábado, às 3h/ Dia 20 de março, domingo, às 22h/ Dia 21, segunda-feira, às 17
Classificação: 12 anos

Sobre o Curta!
Dedicado às artes, cultura e humanidades, o Curta! é um canal independente que acolhe a experimentação e se orgulha de ser um parceiro dos realizadores, artistas, criadores e produtores independentes. Com o compromisso de transmitir 12 horas por dia de programação nacional independente, os principais segmentos temáticos da programação são música, dança, teatro, artes visuais, meta-cinema, filosofia, literatura, história-política e sociedade.
O Curta! pode ser visto nos canais 56 da NET, 83 na GVT, 75 na Oi TV, 103 na Vivo TV e 69 na Claro TV. Siga as redes do canal nos endereços: www.facebook.com/CanalCurta, twitter.com/CanalCurta ewww.youtube.com/user/canalcurta. 

Fonte: Agência Febre/Ana Luiza Graça
Share this article :
 
Copyright © 2015. antigo.Cinesom. Jornalista Responsável: Elisabete Estumano Freire.