Home » , » Filme “Mundo Cão” estreia 17 de março nos cinemas

Filme “Mundo Cão” estreia 17 de março nos cinemas


Longa, dirigido por Marcos Jorge ("Estômago"), aborda tema sobre eutanásia de animais

Até 2007, em São Paulo, os animais capturados nas ruas eram levados ao canil público e enfrentavam um destino incerto: se tivessem dono e esse aparecesse em até três dias, voltavam pra casa. Se ninguém aparecesse, eram sacrificados. Nesse ano, foram eutanasiados quase 14 mil animais. Ambientado justamente em 2007, o clima de tensão que então afligia os animais é bem retratado no suspense “Mundo Cão”, dirigido por Marcos Jorge (Estômago). Em cena recém-divulgada do longa, Ramiro (Paulinho Serra), um funcionário do canil, percorre os corredores em busca de um cachorro que será submetido à eutanásia.


Há algumas décadas, a famosa – e temida – carrocinha permeava o imaginário de crianças que morriam de medo de perder seus companheiros de estimação. A partir dessa memória de infância, Marcos Jorge e Lusa Silvestre idealizaram o filme que reúne um elenco de peso: Lázaro Ramos, Adriana Esteves, Babu Santana, Milhem Cortaz, Paulinho Serra, Antonio Ravan, Thainá Duarte, Vini Carvalho, entre outros. Produzido pela Zencrane Filmes em parceria com a Migdal Filmes, com coprodução da Paramount Pictures Corporation, Globo Filmes e Lereby e distribuição da Paris Filmes e da Downtown Filmes, o filme chega aos cinemas em 17 de março.



Sinopse 
Santana (Babu Santana) é um funcionário do Departamento de Combate às Zoonoses que trabalha recolhendo cachorros perigosos das ruas, na época em que a lei que proíbe o sacrifício de animais sadios ainda não havia sido sancionada. Avesso a confusões, ele leva uma rotina tranquila com sua esposa e filhos até o dia em que seu caminho se cruza com o de um rottweiler. Por um mal-entendido, o dono do cão, Nenê (Lázaro Ramos) se indispõe com Santana e suas atitudes vão alterar completamente a vida dele e de sua família.


Elenco
Lázaro Ramos                 Nenê (Paulinho)
Adriana Esteves              Dilza
Babu Santana                 Santana
Milhem Cortaz                Cebola
Paulinho Serra                Ramiro
Antonio Ravan                Banzé
Thainá Duarte                 Isaura
Vini Carvalho                  João

Ficha Técnica
Direção                        Marcos Jorge
Produção                     Cláudia da Natividade e Iafa Britz
Argumento e Roteiro     Marcos Jorge e Lusa Silvestre
Direção de Fotografia    Toca Seabra, ABC
Direção de Arte            Valdy Lopes
Figurino                       Cássio Brasil
Som Direto                   Romeu Quinto
Música Original             Maurício Tagliari
Montagem                    André Finotti


Sobre Marcos Jorge
Formado em jornalismo no Brasil e em cinema na Itália, Marcos Jorge tem mais 100 prêmios ganhos por seus filmes em diversos festivais. Em terras italianas, se dedicou às artes plásticas até retornar ao país em 2001. Aqui realizou curtas-metragens, escreveu o livro “Brasil Rupestre” e dirigiu o documentário “O Ateliê de Luzia”, além de diversos filmes publicitários. No âmbito da ficção, traz em seu currículo os filmes “Estômago” (2008), “Corpos Celestes” (2011) e “O Duelo” (2015). Em “Mundo Cão”, ele continua explorando o gênero do suspense em uma história de tirar o fôlego.


Produtora: Zencrane Filmes 
Produtora de conteúdo que atua há mais de dez anos nos mercados de audiovisual e de livros de arte, a Zencrane Filmes obteve, nestes anos, mais de 100 prêmios em festivais cinematográficos no Brasil e no exterior.

É a produtora de “Estômago”, um dos filmes brasileiros de maior repercussão nacional e internacional dos últimos anos. Coproduzido entre Brasil e Itália, distribuído em salas de cinema de 26 países, "Estômago" foi o filme brasileiro mais premiado, nacional e internacionalmente, no biênio 2008-09, quando venceu 39 prêmios (16 deles internacionais). Além disso, "Estômago" teve o maior número de indicações para o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro de 2009 (da Academia Brasileira de Cinema, o “Oscar” brasileiro), tendo vencido os mais importantes: Melhor Filme, Diretor, Roteiro Original, Melhor Filme pelo Público e Melhor Ator Coadjuvante. O filme foi considerado, pelos críticos de cinema do jornal O Globo, o Melhor Filme de 2008 (em igual mérito ao americano “Sangue Negro”), além de ter vencido os principais Prêmios da Associação dos Correspondentes de Imprensa Estrangeira no Brasil em 2009 (equivalentes, no Brasil, aos “Golden Globe”): Melhor Filme, Diretor, Roteiro e Ator.

Em 2011 a empresa lançou “Corpos Celestes”, vencedor de vários prêmios no Brasil e distribuído em diversos mercados internacionais. “Mundo Cão” é o seu terceiro longa-metragem de ficção.


Produtora Migdal Filmes 
Produtora de conteúdo diversificado, a Migdal Filmes produziu: “Nosso Lar”, filme que levou mais de quatro milhões de espectadores ao cinema; “Totalmente Inocentes”, primeiro filme 100% digital, que esteve entre as melhores comédias no ano de seu lançamento; e em 2013 lançou “Minha Mãe É Uma Peça”, protagonizado pelo humorista Paulo Gustavo, que alcançou a maior bilheteria de 2013 com 4,6 milhões de espectadores. Em 2014, lançou nos cinemas, a emblemática história da freira baiana “Irmã Dulce”.
Para televisão, produziu o sucesso de público “220 Volts” (quatro temporadas); o “Fantástico Mundo de Gregório”, eleito um dos melhores programas de 2012 de TV pelo O Globo; as séries “De Volta pra Pista” e “Alucinadas”; e o reality “Paulo Gustavo na Estrada”, todos exibidos no Multishow. Atualmente exibe o documentário musical “Musica.doc” na MTV e estreia a terceira temporada da série “As Canalhas” no GNT.
Em 2015, a produtora lançou o documentário musical “Cássia”, sobre a cantora Cássia Eller, e o longa-metragem “Casa Grande”, ganhador de três prêmios do festival de Toulouse, quatro prêmios no Festival de Paulínia e eleito pelo júri popular do Festival do Rio como melhor filme. Ainda em 2015, a Migdal levou aos cinemas a comédia “Linda de Morrer”, estrelada por Glória Pires.


Coprodutora: Globo Filmes
Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 175 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, dramas e aventuras, apostando em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como 'Tropa de Elite 2', 'Se Eu Fosse Você 2', '2 Filhos de Francisco', ‘O Palhaço’, ‘Getúlio’, 'Carandiru', 'Nosso Lar' e 'Cidade de Deus' – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.


Paramount Pictures Corporation 
Paramount Pictures Corporation (PPC), uma produtora e distribuidora global de entretenimento audiovisual, é uma unidade da Viacom (NASDAQ: VIA, VIAB), uma das companhias líderes em conteúdo, com marcas reconhecidas e respeitadas no cinema, televisão e entretenimento digital, incluindo a Paramount Pictures, Paramount Animation, Paramount Vantage, Paramount Classics, Insurge Pictures, MTV Films e Nickelodeon Movies. As operações da PPC também incluem a Paramount Home Media Distribution, Paramount Pictures International, Paramount Licensing Inc. e Paramount Studio Group.


Lereby
Fundada em 1998 pelo diretor, ator, produtor e cineasta Daniel Filho, a Lereby está relacionada – como produtora, coprodutora ou produtora associada – a filmes de importância cultural e a grandes bilheterias brasileiras. Em uma década de existência, a Lereby traz em seu currículo longas-metragens como “Confissões de Adolescente” (2014), “Chico Xavier” (2010), “Tempos de paz” (2009), “Se eu fosse você 2” (2009), “Primo Basílio” (2007), “Muito gelo e dois dedos d'água” (2006), “Se eu fosse você” (2006), “A Dona da história” (2004), “Cazuza - o tempo não para” (2004), “Sexo, amor e traição” (2004), e “A Partilha” (2001). Como produtora associada, foi corresponsável pelos sucessos “2 filhos de Francisco” (2005), “Carandiru” (2003), “Cidade de Deus” (2002) e “O Auto da compadecida” (2000), entre muitos outros. Usando a prática adquirida em comunicação e produções cinematográficas, a Lereby cada vez mais diversifica seu foco, investindo em outras áreas e mídias, como televisão, teatro e DVDs.


Distribuidora: Paris Filmes
A Paris Filmes é uma empresa brasileira que atua no mercado de distribuição, produção e exibição de filmes, primando pela alta qualidade cinematográfica. Além de distribuir grandes sucessos mundiais, como o premiado “O Lado Bom da Vida”, que rendeu o Globo de Ouro® e o Oscar® de Melhor Atriz a Jennifer Lawrence em 2013 e ”Meia-Noite em Paris”, que fez no Brasil a maior bilheteria de um filme de Woody Allen, também distribui os maiores sucessos do cinema nacional, como as franquias “De Pernas Pro Ar” e “Até Que a Sorte nos Separe”. 

Nos últimos anos, a Paris lançou o vencedor do Grande Prêmio do Júri em Cannes 2013, “Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum”, dos irmãos Coen; o aguardado “O Lobo de Wall Street”, de Martin Scorsese, Mapas Para as Estrelas, de David Cronenberg (Melhor Atriz no Festival de Cannes – Julianne Moore); a primeira adaptação animada da obra-prima de Antoine de Saint-Exupéry, “O Pequeno Príncipe”; e as continuações A Série Divergente: “Insurgente” e o esperado final de Jogos Vorazes em “A Esperança – O Final”.
Para 2016, os indicados ao Oscar® "Brooklin" e "O Lobo do Deserto"; "A Série Divergente: Convergente", "Truque de Mestre 2" e "Decisão de Risco" são os grandes destaques; que assim como os nacionais "Zoom" e "Malasartes e o Duelo com a Morte". Produzidos pela Paris Produções, vêm aí "Um Namorado Para Minha Mulher" e "Carrossel 2", prometendo grande sucesso de público e crítica.


Downtown Filmes 
Fundada em 2006 por Bruno Wainer, que tem em seu currículo a distribuição de alguns dos maiores sucessos do cinema brasileiro, entre os quais “Olga”, “Os Normais”, “Central do Brasil” e “Cidade de Deus”, a Downtown Filmes especializou-se a partir de 2008 na distribuição exclusiva de filmes brasileiros. Isso garantiu à empresa o lançamento de grandes sucessos nacionais, entre eles: “Meu Nome Não é Johnny”, “Divã”, “Chico Xavier”, “De Pernas Pro Ar 1 e 2” e “Minha Mãe é uma Peça”, “Até Que a Sorte Nos Separe 1 e 2”, “Tim Maia”, “Os Homens São de Marte...e é pra lá que eu vou” e “O Candidato Honesto”. O ano de 2015 começou forte para a distribuidora, com o lançamento do filme “Loucas pra Casar”, que já ultrapassou 3,5 milhões de espectadores. Desde sua fundação (em 2006) até o momento, a Downtown Filmes acumulou mais de 60 milhões de ingressos, o que a elevou a categoria de principal distribuidora de filmes nacionais do país.

Fonte: Agência Febre/ Carminha Botelho.
Share this article :
 
Copyright © 2015. antigo.Cinesom. Jornalista Responsável: Elisabete Estumano Freire.