Home » , , » Confira os destaques desta semana da TV Brasil (13 a 19 de Junho)

Confira os destaques desta semana da TV Brasil (13 a 19 de Junho)


O filme"A Batalha de Midway", produção inglesa da Lion TV, é uma das atrações da programação da TV Brasil.



Na madrugada de domingo para a segunda-feira (13), às 2h10, vai ao ar o longa nacional "Astro - uma fábula urbana em um Rio de Janeiro mágico".

Nesta terça (14), às 23h, vai ao ar o documentário "Crianças no Furacão".

Já na quarta (15), às 22h, a atração é o longa brasileiro "Questão Moral", com grande elenco. 

Nesta quinta (16), às 19h30, a emissora apresenta o documentário "Szabo, em busca do gol" sobre o maior jogador de polo aquático do país. Na madrugada para sexta (17), às 2h30, o filme "Batalha de Midway" retrata um importante confronto entre japoneses e norte-americanos na Segunda Guerra.

No próximo sábado (18), às 15h, o documentário "Reinaldo Conrad: a origem do iatismo vencedor" revela a história do pioneiro da vela no Brasil. À noite, às 23h, vai ao ar o sensível drama "Esses Moços", dirigido por José Araripe Jr. Em seguida, à 0h30, o documentário colombiano "Travessia" acompanha épica aventura de uma família para sobreviver da extração de madeira.

Por fim, no domingo (19), à meia-noite, o destaque é o sensível longa sul-coreano "Poesia", ganhador do prêmio de Melhor Roteiro em Cannes. Logo depois, às 2h30, vai ao ar o drama nacional "Estrada para Ythaca".
__________________________________________________________________

Programação de 13 a 19 de Junho de 2016


Domingo, 12 de junho (madrugada de domingo para segunda-feira)

Astro - uma fábula urbana em um Rio de Janeiro mágico
02h10, na TV Brasil

Ano: 2012. Gênero: drama. Direção: Paula Trabulsi, com Alexandra Dahlstrom, Veronica Debom, Cláudio Cavalcanti, Regina Duarte, Odilon Wagner, Fiorella Mattheis, Leopoldo Pacheco, Sérgio Marone.

Filha de mãe brasileira e pai sueco, Astro (Alexandra Dahlström) deixa sua vida na Suécia para visitar o Rio de Janeiro. Ela vem receber um casarão de herança, mas acaba ficando fica mais tempo do que esperava. A trama revela o processo de adaptação da jovem na Cidade Maravilhosa.

Com o tempo, acaba conhecendo Alice (Veronica Debom) e seu grupo de amigos, passando a interagir ainda mais com a cidade. Tanto a beleza ao seu redor quanto o afeto que recebe atuam como mola propulsora no desenrolar de sua transformação.

O Rio de Janeiro e as artes são elementos essenciais que interagem o tempo todo com os personagens e a narrativa. O longa apresenta o trabalho de artistas de várias partes do mundo que, em paralelo à trama, promovem intervenções, video-arte, músicas e outras performances.

Primeiro longa da diretora Paula Trabulsi, após realizar 11 curtas-metragens e mais de dois mil filmes publicitários, o drama “Astro – uma fábula urbana em um Rio de Janeiro mágico” foi uma das últimas produções de Cláudio Cavalcanti que faleceu em 2013. No papel do advogado Ismael Salgado, ele ganhou o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. O elenco do longa ainda conta com Regina Duarte e Odilon Wagner.

Reprise. 85 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 02h10



Terça-feira, 14 de junho

Crianças no Furacão
23h00, na TV Brasil

Ano: 2004. Gênero: documentário. Direção: Luiz Felipe Botelho.

O documentário “Crianças no furacão” é baseado em entrevistas com 12 pessoas que eram crianças nos anos do governo militar brasileiro, período que vai do golpe de 1964 até a abertura, em 1982.

A perspectiva da abordagem das entrevistas é a percepção de todo um contexto sócio-político-cultural através da ótica da criança. O documentário busca o registro das sensações e reações diante de eventos concretos, compondo um painel diferente da frieza do conteúdo dos livros ou do distanciamento de quem olha de fora e avalia os estragos.

Reprise. 52 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 23h00


Quarta-feira, 15 de junho

Questão Moral
22h00, na TV Brasil

Ano: 2010. Gênero: drama. Direção: Scheila Feital, com Marco Ricca, Daniel Dantas, Rita Guedes, Vanessa Lóes, Ernane Moraes e Mylla Cristie.

Um detetive e encarregado de investigar a morte de uma jovem. Desiludido com a condução do inquérito tradicional, ele adota uma forma inusitada de investigação à caça do criminoso. Ao encontrar seu principal suspeito, ele se depara com uma questão moral: o hiato entre a justiça e a lei.

Dirigido por Scheila Feital, o drama “Questão Moral” recebeu apoio da Secretaria para o desenvolvimento Audiovisual do Minc. através do "Prêmio Resgate Cinema Nacional”. No elenco, o longa traz nomes como Marco Ricca, Daniel Dantas, Rita Guedes, Vanessa Lóes e Mylla Cristie.

Reprise. 81 min.
Classificação Indicativa: 16 anos
Horário: 22h00




Quinta-feira, 16 de junho

Szabo, Em busca do Gol
19h30, na TV Brasil

Ano: 2014. Gênero: documentário. Direção: Marcos Ribeiro.

Quem foi Szabo? Por que ele foi o maior jogador de polo aquático do Brasil? Por que era admirado e lotava as piscinas? Por que alguns não gostavam dele? Como foi sua participação na maior façanha do polo aquático nacional, a conquista do título PanAmericano de 1963, em São Paulo? E como foi sua participação nos Jogos Olímpicos de 1964. E a família? O que eles dizem do Pai, do homem, do jogador?

Dirigido por Marcos Ribeiro, o documentário “Szabo, em busca do gol” apresenta um retrato humano do maior jogador de polo aquatico do país.

Reprise. 26 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 19h30



Quinta-feira, 16 de junho (madrugada de quinta para sexta-feira)

Batalha de Midway
02h30, na TV Brasil

Ano: 2005. Título original: The Battle of Midway. País de origem: Inglaterra. Gênero: documentário. Produção executiva: David Upshal, Colin Cameron. Produção: Lion TV.

O filme “Batalha de Midway” retrata a diferença que fez o dia 4 de junho de 1942 na história da humanidade. Nesta data, todo o curso da Segunda Guerra Mundial foi transformado em um pequeno atol no Oceano Pacífico. A marinha do Japão foi quase totalmente destruída, permitindo à América liberar preciosos recursos militares para o conflito na Europa.

O combate envolveu nações com grande poder bélico. A marinha dos Estados Unidos derrotou um ataque da marinha do Japão contra o Midway Atoll, um atol de 6,2 quilômetros quadrados localizado ao norte do oceano Pacífico. Após este episódio, houve uma virada na guerra que favoreceu os aliados.

O ataque à ilha de Midway foi uma estratégia militar dos japoneses que pretendiam arrastar os navios norte-americanos na direção de uma armadilha. Com a destruição do que restava das embarcações que tinham sido destruídas, as forças armadas do Japão esperavam vingar o bombardeio de Tóquio e também havia planos para a invasão do Hawaii.

Entretanto, no dia 20 de maio daquele ano, escutas dos aliados acusaram um sinal do almirante Yamamoto, revelando que uma esquadra japonesa estava planejando ataque ao atol de Midway, ilhas Aleutas e Dutch Harbor. As forças americanas entraram em alerta, pois os japoneses contavam com 160 navios, nos quais se encontravam oito porta-aviões carregando aproximadamente quatrocentas aeronaves.

Na época, o comandante das forças do pacífico era Chester Nimitz, que ficou encarregado de enfrentar a esquadra japonesa. Com os militares americanos em seu encalço, os japoneses entraram em alerta. Em um primeiro momento, conseguiram repelir bombardeiros de mergulho dos Estados Unidos utilizando caças japoneses A6M Zero. Porém, a segunda investida americana obteve imenso sucesso, com os bombardeiros afundando os porta-aviões Akagi e Kaga.

A batalha de Midway causou grandes perdas para as duas nações envolvidas. Porém, o principal prejuízo ficou com o Japão, que teve sua esquadra praticamente dizimada: os americanos, que travaram uma batalha com um número inferior de soldados, terminaram o confronto com a frota ainda inteira.

Reprise. 50 min.
Classificação indicativa: 14 anos
Horário: 02h30


Sábado, 18 de junho

Reinaldo Conrad: a origem do iatismo vencedor
15h00, na TV Brasil

Ano: 2012. Gênero: documentário. Direção: Murilo Salles.

O documentário apresenta a história do pioneiro da vela no Brasil: o iatista Reinaldo Conrad. Ele aprendeu a velejar na represa de Guarapiranga (SP) e se tornou o primeiro medalhista olímpico da vela brasileira.

Ao lado do judô, o iatismo é a modalidade olímpica que mais deu medalhas para o Brasil. No total foram 16, sendo seis de ouro, três de prata e sete de bronze.

Em 1968, nas Olimpíadas do México, Reinaldo Conrad se tornou o primeiro medalhista olímpico da história do país na modalidade, quando conquistou o bronze. E em 1976, nos Jogos de Montreal, ele repetiu a dose. Paulistano, hoje com 73 anos, Conrad competiu em cinco edições dos Jogos.

Dirigido por Murilo Salles, o documentário “Reinaldo Conrad: a origem do iatismo vencedor” revela a trajetória desse grande atleta, que tem o sonho de participar, aos 74 anos, das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Reprise. 26 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 15h00



Sábado, 18 de junho

Esses Moços
23h00, na TV Brasil

Ano: 2004. Gênero: drama. Direção: José Araripe Jr., com Inaldo Santana, Chaeind Santos, Flaviana Silva, Manfredo Bahia, Neyde Moura, Rita Santana, Edmilson Barros (Mimí), Francisco Pithon, Bertho Filho, Lázaro Machado, Gideon Rosa, Agnaldo Lopes, Carlos Betão, Roberto Sales, Andréa Duque, Arly Arnaud, Fafá Pimentel, Celso Jr., Rai Alves.

Darlene e Daiane, duas meninas que fogem do interior chegam à cidade baixa em Salvador e encontram Diomedes, um senhor idoso que foi agredido e está desmemoriado.

Juntos, o trio explora a cidade. Diomedes conduz as meninas através da estrada de ferro para o seu mundo, onde inocência e dor compõe a música do tempo. A jornada que viverão em 48 horas mudará o rumo de suas vidas.

O drama dirigido por José Araripe Jr. Teve sua música tema interpretada por Gilberto Gil.

Reprise84 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 23h00



Sábado, 18 de junho (madrugada de sábado para domingo)

Travessia
00h30, na TV Brasil

Título original: Travessia. País de origem: Colômbia. Ano de estreia: 2014. Gênero: documentário. Direção: Alexander González Tascón.

O silêncio da chuvosa selva do pacífico colombiano é quebrado quando um tronco de mais de vinte metros de altura cai. É a primeira das mais de cem árvores que Robinson e sua família, a golpe de machado, vão derrubar.

Eles devem superar os obstáculos e contratempos que a natureza põe em seu caminho para extrair a madeira do interior da mata. Também precisam superar os impedimentos legais para a exploração artesanal da floresta úmida tropical.

A família arrasta as pesadas toras de madeiras por um caminho improvisado até chegar a um barranco e, dali, até o grande rio Anchicayá. No meio de suas águas, eles amarram várias partes dos troncos para dar forma a uma gigantesca balsa com a qual se lançam a uma épica travessia de mais de quarenta horas, na qual precisam vencer o rio torrencial e as bravas águas do Oceano Pacífico.

Robinson e seus parentes chegam finalmente ao Porto de Buenaventura onde, após meses de infatigável trabalho, vendem a madeira, culminando com uma façanha que é a busca incessante da humanidade: sobreviver.

Dirigido por Alexander Gonzáles Tascón, o documentário colombiano “Travessia” segue o percurso vital dos protagonistas que lutam para vencer as adversidades e conseguir sua subsistência. Durante um mês, a equipe de audiovisual liderada pelo cineasta gravou no povoado El Coco, na zona de Sabaletas, no município de Buenaventura, para registrar essa aventura de sobrevivência.

Reprise. 52 min.
Classificação Indicativa: 18 anos
Horário: 00h30


Domingo, 19 de junho (madrugada de domingo para segunda-feira)

Poesia
00h00, na TV Brasil

Título original: Shi. País de origem: Coreia do Sul. Ano: 2010. Gênero: drama. Direção: Chang Dong-lee, com Yun Jung-hee, Da-wit Lee, Hira Kim.

Mija (Yun Jeong-hie) vive com seu neto em uma cidade perto do rio Han. Inquieta e questionadora, ela adora se vestir de forma excêntrica. O novo desejo de Mija é aprender a fazer poesia, o que a leva a um curso especializado em um centro cultural perto de sua casa.

O curso a estimula a apurar sua observação do cotidiano. Dessa forma, a sexagenária consegue inspiração para seus versos. Paralelamente, ela precisa lidar com uma confusão causada por seu neto que está envolvido em um crime.

Dirigido por Chang Dong-lee, cineasta responsável pelo filme “Sol Secreto”, o sensível e elogiado drama sul-coreano “Poesia” foi reconhecido em vários festivais. O longa ganhou o prêmio de Melhor Roteiro no Festival de Cannes. Também foi premiado no Festival Asia Pacific Films e no Festival de Fribourg (Suiça). A protagonista do filme é a veterana Yun Jung-hee, atriz considerada uma das grandes damas do cinema no país.

Reprise. 139 min.
Classificação indicativa: 12 anos
Horário: 00h00




Domingo, 19 de junho (madrugada de domingo para segunda-feira)

Estrada para Ythaca
02h30, na TV Brasil

Ano: 2010. Gênero: drama. Direção: Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti, com Guto Parente, Luiz Pretti, Pedro Diógenes, Ricardo Pretti, Rodrigo Capistrano, Uirágos Reis, Ythallo Rodrigues.

Quatro amigos em luto - interpretados pelos próprios diretores - partem numa viagem até a cidade natal do amigo falecido, depois de uma noite de bebedeira. Ythaca, mais do que um lugar, é um caminho que envolve amizade, silêncio, descoberta e cinema.

Inspirado no poema "Ítaca", de Konstantinos Kaváfis, o drama nacional "Estrada para Ythaca" foi reconhecido como Melhor Filme pelo Júri da Crítica e pelo Júri Jovem na 13ª Mostra de Cinema de Tiradentes. O longa também venceu na categoria Melhor Trilha Original no 20º Cine Ceará.

Reprise. 70 min.
Classificação Indicativa: 14 anos
Horário: 02h30









Fonte: Fernando Chaves
Coordenador de Comunicação


Gerência de Comunicação
Empresa Brasil de Comunicação|TV Brasil
Share this article :
 
Copyright © 2015. antigo.Cinesom. Jornalista Responsável: Elisabete Estumano Freire.